quinta-feira, 29 de agosto de 2013

De repente, falta energia!


Falta de energia para o trabalho secular, para a obra do Senhor. Apagão generalizado de disposição. Falta de criatividade. Apatia para enfrentar as lutas, as dificuldades da vida. Indisposição para avançar sobre os problemas. Inércia. Faltou luz! Dizemos sem perceber que a energia é a mantenedora.

A energia que nos move, atividades que aprendemos a desenvolver a partir de paradigmas modernos foi embora e a vida moderna vira um caos. Se faltasse por dois dias consecutivos seríamos obrigados a repensar nossas escolhas.

Mas a luz voltou. E isso nos imerge novamente na rotina cotidiana. Uma vez ou outra é necessário um apagão, para percebermos nossas rupturas, nossas falências estruturais. Nossa óbvia e crassa necessidade de luz!

2 comentários:

Marcos Serafim disse...

Pr. Daladier Lima;

Graça e Paz!!!!

Agradeço-lhe em primeira sua visita ao meu simples blog, bem como vosso comentário.
Dizer-te que sempre leio suas postagens que são bem elucidativas e muito coerentes nos diversos assuntos versados pela sua pessoa.

Parabéns, em Cristo

Marcos Serafim

João Paulo disse...

Caro irmão, excelente reflexão!

Interessante que, também, ontem, veio-me à mente essa mesma digressão. Como mudamos! Como evoluímos em algumas coisas. Em outras, porém, involuímos.

Abraços!